O que a ciência diz sobre a meditação Mindfulness?

Os efeitos da terapia de redução de estresse baseada em mindfulness (MBSR – Mindfulness-Based stress reduction) são constantemente avaliados por cientistas ao redor do mundo e os resultados apontam para uma alta eficácia do mindfulness para o tratamento de ansiedade e depressão¹. 

“Para depressão e ansiedade, a eficácia da intervenção baseada em Mindfulness é suficientemente confirmada com meta-análises demonstrando efeitos de redução moderados a fortes para das duas condições.” Trecho traduzido de Zhang et al. 2021

A meditação mindfulness aliada com exercícios de autocompaixão nos ajudam a olhar para nós mesmos de forma mais amável, sem julgamento e com gratidão. Os estudos que testam a eficácia do tratamento com mindfulness mostram o potencial efeito na redução da compulsão alimentar em pessoas com distúrbios alimentares como bulimia e anorexia. Além de reduzir os problemas com a falta de aceitação do próprio corpo¹. 

Sabemos que estudantes universitários e de pós-graduação são um grupo vulnerável a transtornos de ansiedade e depressão, principalmente os que cursaram durante a pandemia. Um artigo publicado na revista Educational Research Review fez o levantamento de 57 artigos científicos que avaliavam a eficácia do mindfulness na redução do estresse em estudantes universitários². A grande maioria dos trabalhos apontou para uma diminuição significativa dos níveis de estresse e ansiedade nos estudantes após o tratamento com mindfulness. 

“Dos 40 estudos que examinaram a ansiedade, pesquisadores relataram reduções significativas em 33 deles. Os pesquisadores nos sete estudos restantes relataram tendências de queda.” Trecho traduzido de Bamber et al. 2016

A meditação mindfulness não é somente um tratamento para transtornos psicológicos, mas também é um estilo de vida que pode, e deve, ser usado por pessoas saudáveis para acalmar a mente, tratar a criança interior e superar obstáculos diários como a procrastinação. Estudos mostram que mesmo em indivíduos que não apresentam quadros clínicos, as atividades de mindfulness reduzem os níveis de estresse e melhoram a qualidade de vida³.

A meditação mindfulness não só é uma medida comprovadamente eficaz para aliviar os sintomas de transtornos psicológicos, como é um estilo de vida que nos permite enxergar a vida com um olhar amigável e compreensivo. Praticar mindfulness é olhar para si mesmo com amor e aceitar de coração aberto o maior presente que poderíamos receber: a vida.

Referências 

1 – Zhang, D., Lee, E. K., Mak, E. C., Ho, C. Y., & Wong, S. Y. (2021). Mindfulness-based interventions: an overall review. British medical bulletin, 138(1), 41-57. 

2 – Bamber, M. D., & Schneider, J. K. (2016). Mindfulness-based meditation to decrease stress and anxiety in college students: A narrative synthesis of the research. Educational Research Review, 18, 1-32.

3 – Khoury, B., Sharma, M., Rush, S. E., & Fournier, C. (2015). Mindfulness-based stress reduction for healthy individuals: A meta-analysis. Journal of psychosomatic research, 78(6), 519-528.

Compartilhe essa informação

Comentários