Dentes-de-leão: aprendendo a lidar com emoções praticando mindfulness

Aprendendo a lidar com emoções

Dentes-de-leão: aprendendo a lidar com emoções

Mindfulness ou atenção plena é um estilo de vida onde eu vivo o momento presente com gentileza. Vamos abordar nesta matéria duas de suas atitudes: aceitação e não lutar. Vamos primeiro ler uma história?

Uma mulher comprou uma nova casa e decidiu que teria um gramado muito bonito. Ela trabalhou nele toda semana, fazendo tudo que os livros de jardinagem mandavam. O seu maior problema foi que o gramado sempre parecia ter dentes-de-leão onde ela não queria que tivesse.

A primeira vez que ela encontrou dentes-de-leão, ela os arrancou. Mas, infelizmente, eles cresceram de volta. Ela voltou à loja de jardinagem local e comprou herbicida. Isso funcionou por um tempo, mas para sua infelicidade, os dentes-de-leão reapareceram. Ela se empenhou, arrancou e matou dentes-de-leão.

No ano seguinte ela achou que não teria nenhum dente-de-leão, já que não cresceu nenhum durante o inverno. Mas então, de repente, o gramado estava cheio deles novamente. Desta vez ela decidiu que o problema era o tipo de grama. Então, ela gastou uma fortuna e mandou colocar um gramado completamente novo. Isso funcionou por um tempo e ela estava muito feliz. Assim que a mulher começou a relaxar, um dente-de-leão apareceu. Um amigo lhe disse que era por causa de dentes-de-leão nos gramados dos vizinhos. Então ela começou uma campanha para que todos os seus vizinhos matassem todos os seus dentes-de-leão.

No terceiro ano, a mulher estava frustrada e esgotada.  Ela ainda tinha dentes-de-leão. Então, após consultar cada um dos especialistas locais e pesquisar no google, ela decidiu enviar um e-mail para o Departamento de Agricultura da sua cidade para pedir ajuda. Certamente o governo poderia ajudar. Após esperar por vários meses, ela finalmente recebeu um e-email de volta. A mulher estava muito empolgada. Finalmente uma ajuda! Ela abriu o e-mail e leu o seguinte:

“Estimada senhora: Nós consideramos seu problema e consultamos nossos especialistas. Após analisar com cautela, nós chegamos a uma conclusão. Nosso conselho é que a senhora aprenda a amar esses dentes-de-leão.”

E você? Consegue reconhecer os dentes-de-leão na sua vida?

Essa é uma história de aceitação. Lutar contra emoções não faz elas irem embora. Aceitar emoções permite que uma pessoa faça algo a respeito delas. Ao aprender a observar minhas emoções (você pode aprender na próxima matería) aprendo a se separar das minhas emoções e também a estar em sintonia com elas.

Para controlar, eu preciso estar separada das minhas emoções, assim posso pensar e usar estratégias para lidar com isso. Também preciso estar em sintonia com minhas emoções, de modo que eu as identifique como parte de mim e não como algo externo (apesar da contradição, estar separado, mas ser um com as minhas emoções).

 À medida que a amazona é “um” com o cavalo, ela pode controlá-lo. Se ela se distancia e luta com o cavalo, ele vai lutar em resposta e ela não poderá controlá-lo de maneira suave. Por outro lado, se a amazona é desligada, por assim dizer, e não tem uma identidade separada do cavalo, ela simplesmente se agarrará ao cavalo por toda a vida e o cavalo assumirá todas as direções.

Mindfulness de emoções significa observá-las e descrevê-las assim como elas são: Isso te permite se distanciar delas. Distância é crucial para entender as coisas e para solucionar problemas no que diz respeito a emoções. Observar emoções é uma forma de exposição. Funciona com o mesmo princípio que a exposição atua no tratamento de medos e pânico. Ao se expor às suas emoções, sem necessariamente agir de acordo com elas, você vai descobrir que elas não são tão catastróficas. Você vai parar de ter tanto medo delas.

Aprender a desapegar das suas emoções é difícil. Desapegar de emoções não é o mesmo que afastá-las. Lutar contra a dor normalmente faz com que ela piore. Lembrar de emoções dolorosas é parte da condição humana. Existem razões válidas para emoções negativas. O segredo é encontrar uma nova forma de se relacionar com suas emoções desagradáveis para que elas não provoquem tanto sofrimento. O caminho é através da aceitação.

Texto adaptado de: www.mindfullparenting.com

Compartilhe essa informação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Comentários